Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto? Sopas e Nahmmis - parte 2

Depois de uma deliciosa sopa de courgete, abóbora e couve-flor, cujo resultado brilhante podem ler aqui...

Acho que consegui fazer sopa de pêra.

sopa de pêra.jpg

Que bom aspecto, hein?!

 

A Pipoquinha franzia o cenho, arreganhava o lábio, empurrava com a língua, dir-se-ia que lhe tinha dado limão para comer mas, no fim, comeu bastante... Graciosamente, partilhando com tudo o que havia em volta.

 

Juntas um bebé de quatro meses e papa líquida... e dá merda. E, não é daquela que sai por baixo (porque essa nem era má), mas daquela que voa por todo o lado.

 

Por um outro lado

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto? Sopas e Nahmmis...

Courgete, abóbora e couve-flor. Digam lá se não dava uma sopa saborosa?! O meu rebento achou que não… Vá-se lá saber porquê.

A odiosa mistela estava tão saborosa que, até para mim, era um sacrifício provar quando verificava a temperatura.

 

Após avisar os vizinhos todos que a estavam a matar à fome, com aquele choro de reclamação que só ela sabe fazer, desisti da sopa e dei biberão.

Apressei-me, também, a deitar as duas doses da ordem (médica) para o cano e a congeminar um novo repasto: Batata, cenoura e feijão-verde.

 

Dica: Não enfiar tudo à maluca para dentro do copo da Yammi… ou Bimby dos pobres. (Pessoalmente, prefero o termo sovina, porque pobres não costumam comprar estas coisas)... Foi uma prenda.

 

Num dia (década) de más decisões, achei que a Nhammi tinha de cozer feijão verde no copo. Ah! Não vale  apena sujar a cena toda. Claro que, ela ligou e guinchou. E, não parou de guinchar até eu informar a minha cara-metade que era preciso ir trocá-la à loja, sujar uma panela normal, despejar a sopa toda e localizar a raíz do problema: a lâmina encravara em dois bocaditos de feijõezitos pequenitos.

 

Sim, porque a compulsiva aqui corta tudo com meio centímetro, que é o tamanho ideal para pôr a máquina a guinchar. O meu destino? Apanhar todos os bocadinhos de feijão-verde que andavam a boiar… à mão. Mas, não contente comigo mesma, decidi experimentar o cesto. Também não dá.

A Nhammi não gostou (não consigo agradar a nada nem a ninguém!). E, as máquinas têm sempre razão.

 

Já o meu rebento também costuma ter razão… Às vezes, demoro é mais um bocadinho a perceber as razões que ela tem.

Hoje não reclamou. Batata, cenoura e feijão-verde. Comeu para lá da conta dela.

 

E, na próxima sopa, volto aos caminhos já trilhados que, com ela, é melhor não inventar muito ou ela manda-me comer a mim.

 

Acabei por sujar a Nhammi toda. Escapou a cena de amassar. Mas, se me tivessem dado tempo, eu descobriria que o feijão-verde precisa mesmo é de ser amassado…

 

Leiam tudo sobre a segunda tentativa aqui...

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D