Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto? Temos a Pipoquinha entornada

86-pipocas.jpg

 

 

Nada estraga uma sessão de almoço/cinema/namoro como saber que a Pipoquinha não parou de chorar... Esteve três horas a chamar por mim. É o suficiente para nunca mais querer ir, sequer, ao wc sem a levar comigo. 

 

Saímos a meio do filme. Demorámos, para aí, 10 minutos a chegar a casa. Se é que demorámos tanto.

 

Como ela acalmava quando a sentavam no ovo (ela que abomina o ovo), sentaram-na aí e... acabou por desligar. E, o termo é mesmo desligar, porque quando chegámos, ela dormia e... soluçava. Dormia, chuchava e emitia um daqueles soluços, de quem não consegue inspirar sem tremer com o choro não apaziguado.

 

A tia tremia. O tio fazia-lhe festas na perna. E, o primo estava escondido no quarto.

 

Eu, em pleno modo de ansiedade tentava conter o (meu) choro. O pai sempre a tentar aligeirar a coisa para todas as partes... Enfim... um encontro a repetir em breve... ou não.

 

PS: desconfio que, nas poucas vezes que a minha sogra ficou com ela, não nos contou a história toda... ou, então, esta cena é nova.

 

Isto já era difícil, agora então...

 

Por um outro lado

 

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto?... Isto?! Só bêbeda

imagem-de-cerveja-generica-na-praia-garrafa-de-cer

 

Sei que estou tramada quando começo a sonhar com o que não posso ter. No meu caso... cerveja.

Mas, seja o que for, cerveja, vinho, sangria ou caipirão, não me passa nada pelo estreito (por causa do sacaninha do comprimido pequenino).

 

Sei também que, quando puder beber, perdi metade da vontade de me alcoolizar decentemente... E,ISSO é que me chateia.

 

Não bastasse o não poder, porque ah e tal, a medicação é para me salvar a vida, ainda junto o não me apetece beber e ficar encarregue de tratar da minha filha. É melhor não respirar sequer para cima da criança quanto mais pegar-lhe ao colo.

 

Sóbria, o meu equilíbrio real (aquele físico mesmo) já não é grande coisa... não me apetece experimentar com uma (ou duas) fresquinha em cima.

 

Vou voltar a beber... quando a pipoquinha tiver, para aí, uns dezoito anos.

 

Por um outro lado

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto? Sopas e Nahmmis - parte 2

Depois de uma deliciosa sopa de courgete, abóbora e couve-flor, cujo resultado brilhante podem ler aqui...

Acho que consegui fazer sopa de pêra.

sopa de pêra.jpg

Que bom aspecto, hein?!

 

A Pipoquinha franzia o cenho, arreganhava o lábio, empurrava com a língua, dir-se-ia que lhe tinha dado limão para comer mas, no fim, comeu bastante... Graciosamente, partilhando com tudo o que havia em volta.

 

Juntas um bebé de quatro meses e papa líquida... e dá merda. E, não é daquela que sai por baixo (porque essa nem era má), mas daquela que voa por todo o lado.

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D