Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#Amor-próprio... expondo as jóias internacionalmente

 

 

Está na Vogue e saíu para o mundo. Diz que a Joalharia Portuguesa está mediáticamente bem representada por Milla Jovovich na campanha Portuguese Jewellery - Shaped with Love.

 

Só lamento que um vídeo de intenções artísticas mostre quase nada da joalharia em si. A única peça que se vê bem (porque há um anel obscurecido a passear pela tela) é linda... mas é a única. Espreitem lá! E, assim, arranca a campanha internacional da joalharia portuguesa.

 

Para aqueles que, como eu, adoram inspeccionar cada pormenor, descobrir símbolos, e maravilhar-se com detalhes, vou espreitar o resto da campanha (falavam em fotografias também) à procura das peças que me deixem de queixo caído... e, sobre este tema, aconselho já o artigo de Joana Cardoso, no blog  thepaperandink, que acompanhou o evento no Porto.

 

Podem pinterestar mais jóias (de família) aqui...

 

Por um outro lado

 

 

#Amor-próprio... ser-se esquisito não é isso tudo que dizem

14642207_546342795562522_3923324403364760706_n (1)

 

Dizem aqueles que não têm de lidar com a tua esquisitice. Os outros, aqueles que lidam com o teu excesso de zelo, falta de jeito, ou manias em geral, já não acham tanta piada assim...

 

Não bastasse ser esquisita ainda tinha de ser uma esquisita diferente. Aquela para quem germes são bichos que nos devoram se não lavarmos as mãos, que não come nada que não lhe pareça higiénico, que tem sempre espaço para mais um livro, mais não seja, no coração, que não passa as chuchas por água da torneira mas lava-as como deve de ser, que quando se enerva limpa tudo o que apanha, que chora quando vê o que quer que seja que involva crianças, que escreve cenas que ninguém entende a não ser ela mesma... e, tem dias, que nem ela entende o que escreve, sente ou pensa...

 

O melhor que me aconteceu foi encontrar alguém que não se importa (muito) com as minhas esquisitices. Um fervoroso adepto de "se não entendo, não vou contra-argumentar" ou do "deixa lá, que isto passa-lhe" e ainda do "tu é que sabes, eu não me meto nisso"

 

É tão fixe ser-se esquisito... excepto quando se é definitivamente esquisito.

 

(Ele) - Então? Já compraste mais um livro?

 - Eu, não. Só os dois que fomos buscar de manhã.

(Ele) - Compraste sim. (e ri-se)

- Não, só os dois, que já foram comprados há três semanas.

(Ele) - Não. Outro.

- Oh! (e dou por encerrado o assunto)

Nesse momento, entram os meus pais com um pacote na mão. (Estava pendurado do lado de fora da minha caixa do correio)

(Ele) - Estás a ver como compraste mais livros hoje!

 

Sem saber, ele lá sabia... Esquisito, hein?!

 

Por um outro lado

 

 

#Amor-próprio... aceitam-se prendas de Natal antecipadas

image_bold_final.png

 

 

Aceitam-se prendas de Natal antecipadas. Ao invés da peúga da ordem, umas Josefinazitas, só para acomodar o presunto.

 

Os meus pézitos de princesa, banhados em múltiplas, gloriosas e entupidas veias azuis, precisam dum par destes... pelo menos, até acabar o tratamento, e enquanto não posso usar saltos.

 

 

Será que são tão confortáveis como aparentam? Pergunta a gaja com os pés mais sensíveis do planeta... aquela a quem tudo rói, aperta, queima ou espreme. Até os Sketchers, que é suposto serem os mega-hiper-ultra do conforto, deixam a desejar nos presuntos aqui da princesa... uns fazem-me um joanete, que não existe quando não os calço, e os outros apertam o peito do pé... e todos me escaldam as plantas dos pés. É presunto defumado, minha gente, daquele que dá gómitos após se libertar da caixa onde esteve nos últimos vinte anos.

 

Mas estes, ou estas Josefinas, não sei bem como as tratar... têm muito bom aspecto. 

 

Mas, arranquem lá as rosas panisgas. Ou, então, arranco eu... parecem-me ser boas para ficar presas nas bainhas das calças... Mas são lindos na mesma.

 

PS: Já arranjavam umas fotografias decentes. Não se pode dizer que as fotos façam justiça ao material... 

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D