Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#Amor-próprio... maratonas de compras elevam o espírito... e afundam a carteira

IKEA.jpg

Acabadinha de chegar do IKEA... Já fiz os meus trinta minutos de caminhada diária, lavei as vistas, comprei umas coisitas e passeei em família alargada. E, é tão bom ver os avós babados a empurrar o carrinho da Pipoquinha...

 

Dizem que o catálogo do IKEA é uma das publicidades mais bem conseguidas. Eles não vendem produtos. Vendem um modo de vida... É bem verdade. As páginas do catálogo e/ou o catálogo online, são para folhear, explorar, degustar. Mesmo que não se necessite de nada daquela página é um prazer olhar para ela. Quanto aos produtos: são engenhosos, há coisas para todos os gostos, apostam nas combinações, vendem soluções para necessidades do dia-a-dia, e a preços vários.

 

A loja é um bocadito mais confusa, e grande como o raio! A dificuldade que eu tinha em percorrê-la nos últimos meses de gravidez, no período pós-parto, e ainda hoje, a passear a minha meia elástica da moda, custa um bocadito a andar aquilo tudo. Mas, mantém a mesma lógica de apresentar espaços onde nos imaginamos a viver, ao invés de produtos que servem para comprar. São montras inteligentes, que nos inspiram, e das quais apetece trazer tudo. Com mais qualidade, ou menos, porque nem tudo é tão bom como aparenta, é a loja do passeio familiar e do mobiliário por excelência.

 

Mas, maratonas de compras à parte, pergunto-me como está sempre a abarrotar de gente? Hoje, às 4 da tarde, havia fila para estacionar. OK, eu também lá estava. Éramos 4 adultos e um bebé. Dois reformados, um de férias e um de licença. Mas... e os outros?

 

Pergunto-me sempreo mesmo... Há assim tanta gente a comprar peças mobiliário e decoração, durante a semana, em horários ditos de trabalho? Há pois! Nós estávamos todos lá. Mas, dois de nós, em circunstâncias normais, estaríamos a trabalhar.

 

E, eu continuo a precisar de umas coisitas do IKEA, que isto da Pipoquinha não ter o quarto pronto anda cá a fazer-me uma confusão... Aliás, ela já precisa de coisas maiores (como um banheira!!! Como é possível com cinco meses já não caber na banheira xpto da Chicco?! Agora vai uma daquelas de 10 euricos e serve para mais uns... dois meses? Será?)

 

Mesmo no IKEA, se trouxermos tudo o que queremos, é preciso uma pequena fortuna... mas, pelo menos, arranjam-se coisas giras. E, vamos dando uns passeios em família e andando um bocadito, que isto de bébe a tiracolo, e em empurra-carrinho, não é fácil andar nas ruas de Lisboa.

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D