Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#Amor-próprio... agora, digam-me lá! Há espirituosidade que resista?

me before you.jpg

 

Como dizia o senhor acima, na sua cama de hospital, "hoje não consigo ser espirituoso". E, apresento-vos o meu humor de ontem...

Mas hoje... ah!!! hoje! Hoje é outro dia. E, em prol das espirituosidades do dia, vamos cá ver se eu me organizo.

 

Hoje, tenho algumas perguntinhas para vocês sobre o Facebook e, para mim, também. Então, convido-vos a partilhar as vossas respostas nos comentários, pode ser?

Aqui vão as perguntas e as minhas tentativas de respostas...

 

1. Porque bloqueio alguém no Facebook quando já não quero ter nada a ver com essa pessoa, mas não o desamigo de vez?

 

Esta tem-me lixado a cabeça... Porque tenho medo que me peçam justificações que não quero dar. Porque tenho vergonha de assumir que essa pessoa morreu em mim (como diz aquele brilhante texto que anda por aí a circular). Porque sou cobarde que não quer ser vista como radical. Mas, não é que queira reconectar-me com essa pessoa... é que, nem sequer, ir espreitar. Porque raio não desamigo de vez?!?

 

2. Porque fico tão magoada, ou ofendida, quando percebo que fui desamigada por alguém? (Alguém que era suposto ser importante e chegado)

 

Divorciei-me há uns anos... E, isso, coloca as coisas sob uma outra perspectiva. Mas, se não esteve lá quando precisei, porque raio é que eu achei que, depois de a minha vida estabilizar de novo, seria diferente? Estiveram à espera que não parecesse tão mal? Os homens, esses, unem-se sempre (e isto é tema para uma série de artigos). Elas? Nós é que começámos por ser amigas... quando foi com elas, eu estive lá. Quando precisei, onde estavam elas? Magoa quando confirmo que, os receios que tive, nao eram infundados.

 

3. Porque são tão poucas as pessoas que conseguem apagar a sua conta de Facebook?

 

Conheço uma pessoa que o fez há coisa de dois meses. Fomos muito chegadas. Com as voltas da vida, falamos mas, muito esporadicamente. Quando percebi que ela tinha apagado a conta, fiquei preocupada, afinal era muito activa na cena... Trocámos uns e-mails. A resposta dela ficará, para sempre, comigo: Sentia-se só e infeliz, e percebeu que o Facebook potenciava esses sentimentos. Então, decidiu apagar a conta, acabar com o vício e ir viver a vida... Sempre gostei dela por causa de coisas destas. Se eu tivesse tido coragem para fazer o mesmo (e mandado obrar o Lado oficial) tinha evitado algumas crises... e, curado mais depressa.

 

4. Porque ficam as pessoas tão desiludidas quando percebem que não vimos as fotos magníficas, dos passeios fantásticos, em companhias menos do que espectaculares?

 

A malta tem vida! Que bom para eles. E, se és, ou foste, amigo chegado, o glamour fajuta não me convence. Eu já vi o que há atrás do palco... e, não é bonito. Por isso, não me interessa, particularmente, onde vais arranjar o ataque cardíaco da tua vida, a relação menos que perfeita que tens, as secas que apanhas quando andas a passear porque, eu sei que, mesmo que quisesses estar a fazer outra coisa, não tinhas escolha. Não te permites essa escolha...

 

5. Porque temos chat, apenas para o ter sempre desligado?

 

Já viram a quantidade de cromos que andam por ali? Tomei decisões, de natureza profissional, no Lado oficial e, se aceito pedidos de amizade (quase) indiscriminados, bloquear o chat é imprescindível. Não adianta colocar o status de casada, as fotos da filha, as partilhas total e socialmente aceitáveis, pois, há sempre um energúmeno que acha que a malta quer mesmo é ser engatada... ou ofendida... Também há muitas bestas destas.

 

Para que serve aquilo, afinal, se já não queremos seguir os supostos "amigos" e achamos pouca graça ao que os outros partilham?

Notícias! Eu vejo montes de notícias. E piadolas. Notícias e piadolas... 

 

A vida no Facebook até pode ser mais bonita. Mas, mais vezes do que se pensa, é uma mentira pegada. 

 

Por um outro lado

3 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D