Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#Amor-próprio... ser-se esquisito não é isso tudo que dizem

14642207_546342795562522_3923324403364760706_n (1)

 

Dizem aqueles que não têm de lidar com a tua esquisitice. Os outros, aqueles que lidam com o teu excesso de zelo, falta de jeito, ou manias em geral, já não acham tanta piada assim...

 

Não bastasse ser esquisita ainda tinha de ser uma esquisita diferente. Aquela para quem germes são bichos que nos devoram se não lavarmos as mãos, que não come nada que não lhe pareça higiénico, que tem sempre espaço para mais um livro, mais não seja, no coração, que não passa as chuchas por água da torneira mas lava-as como deve de ser, que quando se enerva limpa tudo o que apanha, que chora quando vê o que quer que seja que involva crianças, que escreve cenas que ninguém entende a não ser ela mesma... e, tem dias, que nem ela entende o que escreve, sente ou pensa...

 

O melhor que me aconteceu foi encontrar alguém que não se importa (muito) com as minhas esquisitices. Um fervoroso adepto de "se não entendo, não vou contra-argumentar" ou do "deixa lá, que isto passa-lhe" e ainda do "tu é que sabes, eu não me meto nisso"

 

É tão fixe ser-se esquisito... excepto quando se é definitivamente esquisito.

 

(Ele) - Então? Já compraste mais um livro?

 - Eu, não. Só os dois que fomos buscar de manhã.

(Ele) - Compraste sim. (e ri-se)

- Não, só os dois, que já foram comprados há três semanas.

(Ele) - Não. Outro.

- Oh! (e dou por encerrado o assunto)

Nesse momento, entram os meus pais com um pacote na mão. (Estava pendurado do lado de fora da minha caixa do correio)

(Ele) - Estás a ver como compraste mais livros hoje!

 

Sem saber, ele lá sabia... Esquisito, hein?!

 

Por um outro lado

 

 

#Aquele momento em que... é só meter água

chuva.jpg

 

Hoje é dia de meter água... ou líquidos, em geral.

 

Ahhhh, está a chover. Tão lindo! Vou levar a Pipoquinha à janela para ela ver a chuva... 

 

Pego na Pipoquinha ao colo, e vamos à janela, ver a chuva a cair. Três segundos depois, ela está farta da vista... e, eu pergunto-me se ela viu sequer a chuva ou só ficou cega com a claridade da rua.

 

Pouso-a na alcofa e venho abrir os estores do resto da casa.

 

Assim que puxo o primeiro estore... Vejo quatro conjuntos de lençóis totalmente encharcadinhos no estendal...

 

A Pipoquinha resmunga, resmunga, e volta a resmungar. Quando a minha surdez selectiva deixa de funcionar, pego-lhe, e sento-a no meu colo. Ela vira, brinca e remorde... e, continua a resmungar. Deito-a, de novo, na alcofa e ela continua a resmungar.

 

Quando passo a mão na anca dela, vem molhada. Apalpo o babygrow, as calças... tudo mijado.

 

Fonha-se! Tudo eu! Tudo eu! Como dizia a outra...

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D