Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por um outro lado

Escritora frustrada. Mãe babada.Trapalhona por excelência. Gaja a quem tudo acontece. Adora escrever e fotografar sobre isso, apesar do jeito duvidoso. Experimentou Um lado. Agora, experimenta Por Um Outro. Será o avesso o lado certo?

Por um outro lado

#sou mãe… e o que é que eu percebo disto? Sopas e Nahmmis - parte 2

Depois de uma deliciosa sopa de courgete, abóbora e couve-flor, cujo resultado brilhante podem ler aqui...

Acho que consegui fazer sopa de pêra.

sopa de pêra.jpg

Que bom aspecto, hein?!

 

A Pipoquinha franzia o cenho, arreganhava o lábio, empurrava com a língua, dir-se-ia que lhe tinha dado limão para comer mas, no fim, comeu bastante... Graciosamente, partilhando com tudo o que havia em volta.

 

Juntas um bebé de quatro meses e papa líquida... e dá merda. E, não é daquela que sai por baixo (porque essa nem era má), mas daquela que voa por todo o lado.

 

Por um outro lado

#Diários de uma escritora frustrada... À sombra do peniscoptero de Grey

50_Shades_Christian_Grey.jpg

 

A verdade é que o sexo vende. Pode ser bom, mau, esquisito, chocante, tradicional. Podem ser anúncios, imagens, filmes, livros, o que for.

 

 

Porque a gaja de beiços vermelhos, peitos de fora e bronzeada, vende o produto. O homem de peitorais desenvolvidos, rosto meio afeminado, com um jeito especial para adivinhar aquilo que as mulheres secretamente desejam, vende. Um bad boy inveterado, com tendências de herculeo-coitadinho, à espera da salvação, pela rapariga nada de especial, vende. E, as cenas de sexo, cheias de pormenores macabros que, no fim, não são tão marcianas assim, vende.

 

É o que é.

 

Mesmo que a maioria das páginas seja composta por maus diálogos, prosa que se repete até ao infinito e mais além, emoções registadas à letra, e inúmeras páginas (as enche chouriços) gastas em transcrever aquilo que a boa literatura nunca faria. Se tem sexo, vende.

 

E, se a trilogia era, vá!, duvidosa, o filme foi intragável. Mainstream a tentar não parecer pornografia. Se calhar, tinha gostado mais do pornográfico que se fez inspirado na cena... ou não.

 

Li os três (leio tudo o que me vem parar às mãos), porque foram precisos três livros para contar uma só história. E, vi o primeiro filme. Como escritora frustrada consigo ver o apelo, a boa e a má execução, e o que provoca. Como mulher normal, achei que eram o entretém perfeito para a solidão... se escolhermos ignorar o neurónio que nos sobrou.

 

E, agora, vai sair mais um, ou dois, ou três... Perfeito! É que nem vê-los.

 

Por um outro lado

#Aquele momento em que... as lágrimas me vêm aos olhos

cócó.jpg

 

 

… e começo a pular e dançar, porque a minha filha fez cócó. Devo estar louca!

 

Ao contrário da crença popular, uma criança com horas, semanas ou poucos meses de vida, não caga todos os dias. Com sorte, faz chichi e só suja fraldas de modo mais consistente, a cada dia sim dia não.Eu não sabia disto.

 

E, quando o leite é de lata… é passar dias a desejar que ela cague, a desejar que seja tão mole quanto possível ou, que seja a diarreia que a maioria dos pais odeia. Porque, cagar pedras da calçada, não é bonito. Perfeitas figuras geométricas de três centímetros a sair por algo redondo… Dói só de ver.

 

Poupámos em fraldas mas temos gasto em preocupação.

 

A primeira cagada no hospital foi uma surpresa para mim. Literalmente, esqueci-me que os bebés cagavam. Quando chegámos a casa, andei dois dias sem conseguir perceber se ela fazia sequer chichi. Ouvi dizer que, num centro de saúde, chegavam a pesar as fraldas na balança porque nem as enfermeiras conseguiam perceber… Ao quinto dia em casa, eu andava a pesar as fraldas a olho, e a alucinar com a falta de dejectos sólidos.

 

Mas, hoje, ela fez cócó. Normal… dentro da normalidade dela. Porque não há nada mais assustador do que um bebé que não se comporta como a nossa crença popular dita. Hoje é dia de choro… o meu.

 

A minha Pipoquinha fez cócó!!!!

 

Por um outro lado

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D